Diplomata português e o peido do cavalo

Recebendo o diplomata português na corte, a rainha Elizabeth, da Inglaterra
convidou-o para dar uma volta pelas ruas de Londres numa carruagem real. De
repente, um dos cavalos solta um tremendo peido. A rainha, perdendo
completamente o rebolado, fica toda sem graça e diz:
– Peço mil perdões, Mr. Antunes… Não sei como isso pode acontecer
E o diplomata lusitano, todo boas maneiras:
– Não há de que majestade… Eu até pensei que tivesse sido o cavalo.