MANOEL ENCALHA O CARRO

O português Manoel, veio para o Brasil para trabalhar como motorista, rodando pelas estradas rurais sem asfalto atolou o carro da empresa. Então precisou escrever um memorando para o chefe, sobre o incidente que ocorrera, ocasionando atrasos nas entregas. Ao escrever o texto do memorando, notou que não sabia como escrever o verbo atolar, e para não fazer feio no novo emprego, escrevendo de forma errada o memorando, mas também não querendo perguntar para nenhum brasileiro, como se escrevia de forma correta, pois tinha medo, que alguém ficasse pensando que ele era burro.
Então ligou para Portugal, para uma professora da língua portuguesa:
-Minha senhora, me ajude por favor. Não sei como conjugar o verbo atolar.
-Mais isso é fácil Manoel. Se o carro atolou as rodas dianteiras, você escreve que o carro se-atolou. Mas se foi com as rodas traseiras, você coloca que o carro atolou-se.
-Mas na verdade, as quatro rodas ficaram atoladas.
-Então você coloca que o carro se-atolou-se.